“Estamos próximos das eleições presidenciais e pedimos muita acalmia, muita paz, para que possamos ir a eleições de uma forma ordeira e para que os resultados sejam aceites”, afirmou Elisa Pinto, presidente da Rede das Mulheres para a Paz e Segurança da CEDEAO.

Elisa Pinto falava aos jornalistas no Palácio da Presidência, depois de um encontro com o chefe de Estado guineense, José Mário Vaz, sobre as celebrações do Dia da Paz, que se assinala no sábado.

“O povo quer paz e estabilidade garantida e temos de ir para campanha de uma forma ordeira e pacífica para garantir a paz ao povo guineense, que tem sofrido bastante”, salientou aos jornalistas.

A Guiné-Bissau realiza eleições presidenciais a 24 de novembro, e a segunda volta do escrutínio, caso seja necessário, vai decorrer a 29 de dezembro.

A campanha eleitoral vai decorrer entre 01 e 22 de novembro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.