Foram reintegrados no Governo: Abel da Silva Gomes, ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural; Botché Candé, ministro do Interior; Victor Mandinga, ministro da Economia, Plano e Integração Regional; Jorge Malú, ministro dos Recursos Naturais e Energia, e Sandji Fati, ministro da Defesa e Combatentes da Liberdade da Pátria.

A sua saída do Governo foi justificada, pelo primeiro-ministro, Nuno Nabian, com a necessidade de dar dinâmica ao combate ao novo coronavírus no país.

Os cinco governantes assumiram no dia seguinte, segunda-feira, os seus lugares de deputados na abertura da sessão plenária, que culminou com a aprovação do programa de Governo de Nuno Nabian.

Os cinco ministros voltaram a tomar hoje posse.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.