O presidente da Confederação Brasileira de Futebol anunciou que a selecção brasileira vai “ser a mais fechada de sempre” no que respeita à imprensa, no próximo Mundial.

Ricardo Teixeira explicou que para evitar os problemas ocorridos em 2006, na Suiça, o “escrete” vai estar, praticamente, em “black-out".

"A selecção que vai disputar o Mundial do próximo ano será a mais fechada da história do nosso futebol. A imprensa terá muito menos liberdade para trabalhar. E não tem nada a ver com a África do Sul, é porque todos se queixaram de confusão na Suíça", esclareceu.

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.