"Vimos que é possível trocar informações sobre boas práticas [legislativas], entre Moçambique e Egito, usando a tecnologia", disse Verónica Macamo, em conferência de imprensa, no final de um encontro com Hatim Elalfy.

Verónica Macamo recordou que as relações entre os dois países são históricas, tendo sido firmadas ainda durante a luta armada de libertação de Moçambique do jugo colonial.

"Queremos elevar as relações entre os parlamentos, porque, ao nível dos governos, têm crescido", disse, assinalando a experiência do parlamento egípcio, um dos mais antigos do continente africano.

Por seu turno, o embaixador do Egipto em Maputo reiterou a vontade do seu país de estabelecer a cooperação parlamentar, apontando a troca de experiência como fundamental para a consolidação do papel legislativo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.