O petista também questiona a actuação do coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, e de outros integrantes da investigação que o levou à prisão.

Lula da Silva deu uma entrevista à TV Estatal da Bahia, na sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde ele está preso desde Abril do ano passado.

“Tenho dito habitualmente que não quero favor. Não preciso de favor, mas sim de justiça. Só quero que as pessoas leiam as acusações e as provas para poder me absolver. Disse ao Sérgio Moro que ele está condenado a me condenar, porque já se contou muita mentira”, disse Lula.

Lula da Silva voltou a criticar a actuação do procurador Deltan Dallagnol, que julga que deveria ter sido exonerado pelo Ministério Público.

“Eles estão me prejudicando, pois estou um ano e meio preso aqui. Eles não podem fazer com o Brasil o que estão fazendo. Eu estou aqui, mas tem milhões lá fora passando fome e desempregados”, ressaltou.

Para o petista, o presidente Jair Bolsonaro fala bobagens para a torcida organizada dele.

“As bobagens que ele fala é para agradar o público dele, em especial para aqueles que não estão preocupados com o país e com o povo. O papel do Paulo Guedes é destruir a economia brasileira e fazer com que o Brasil seja um país totalmente vassalo, dependente dos Estados Unidos”, disparou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.