A Fundação para a Conservação da Biodiversidade (Biofund) vai disponibilizar um fundo para premiar os melhores fiscais do país e estimular a sua dedicação à preservação, disse hoje à Lusa fonte oficial.

"O fundo foi constituído agora e a premiação, que vai ser anual, vai começar no próximo ano", disse Sean Nazerali, diretor de financiamentos inovadores da Biofund.

O valor inicial para a iniciativa é de 100 mil libras (111 mil euros) e foi disponibilizado pela Biofund e pelo conservacionista moçambicano Carlos Lopes, que venceu em 2019 o prémio "Príncipe William" para a Conservação da Natureza em África e decidiu doar na totalidade as 50 mil libras (55 mil euros) ao Biofund.

O objetivo é "estimular a bravura e dedicação" dos fiscais na preservação das espécies da fauna, flora e habitats das áreas de conservação em Moçambique.

"É um fundo do capital investido e o rendimento anual é que vai para os prémios para garantir que seja algo permanente", explicou Sean Nazerali.

O prémio estará dividido em duas categorias, sendo a primeira a atribuição ao fiscal que se tenha destacado ao longo da carreira, e a segunda ao fiscal do ano.

"Ainda estamos a discutir, dentro do comité, sobre quantos prémios anuais vamos dar e quais serão os critérios", referiu Sean Nazerali, acrescentando que na segunda categoria poderão ser premiados vários fiscais.

O júri será constituído por uma comissão técnica composta pela Biofund e a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) de Moçambique.

Além do prémio, avançou Sean Nazerali, o segundo objetivo do fundo é apoiar familiares de fiscais que percam a vida ou fiquem incapacitados durante o exercício das suas atividades.

Em julho, a Biofund disponibilizou um fundo de três milhões de dólares para ajudar a pagar os salários de cerca de mil fiscais de áreas ambientais que viram cair as suas receitas devido à falta de visitantes provocada pela pandemia de COVID-19.

Segundo a ANAC, um total de 18 fiscais foram mortos por caçadores furtivos e animais selvagens entre 2012 e abril deste ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.