Natural de Chimoio, Juliasse Sandramo era até agora padre na paróquia da Catedral, daquela cidade, capital da província de Manica, no centro do país.

Foi ordenado sacerdote em 28 de junho de 1998 para a diocese de Chimoio.

Após a ordenação, ocupou vários cargos e dedicou-se à teologia, antropologia e estudos africanos em instituições de ensino superior portuguesas.

É desde 2010 decano dos sacerdotes diocesanos de Chimoio.