“Hoje anunciei a minha saída do PSL e início da criação de um novo partido: ‘Aliança pelo Brasil’. Agradeço a todos que colaboraram comigo no PSL e que foram parceiros nas eleições de 2018″, escreveu Bolsonaro após ter-se reunido, no Palácio do Planalto, com parlamentares filiados ao Partido Social Liberal (PSL).

A saída de Bolsonaro ocorre após uma série de desentendimentos entre ele e o presidente do PSL, Luciano Bivar.

No Congresso, o partido não tem apoiado muitas investidas do Presidente e dos seus filhos que actuam de acordo com os seus interesses pessoais.

O Presidente já avaliava há alguns meses a possibilidade de deixar o partido e passou a ter conversas frequentes com parlamentares e com os advogados Karina Kufa e Admar Gonzaga (ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral) e os seus filhos.

Ao longo de três décadas de carreira política, Bolsonaro passou por oito partidos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.