O Governo e a Renamo, principal partido da oposição, chegaram a acordo para a criação de subcomissões de "desmilitarização" do movimento, no âmbito das negociações visando ultrapassar a crise política e militar no país.

Em declarações à imprensa, após mais uma ronda negocial, o chefe da delegação do Governo, José Pacheco, disse hoje que as duas partes entenderam-se quanto à criação de três subcomissões regionais e de um comando central, para a "desmilitarização" da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana).

As três subcomissões vão ser instaladas no sul, centro e norte do país e o comando central vai funcionar em Maputo, adiantou Pacheco.

Lusa