Hawkins falava na formação de 30 magistrados do Ministério Público, do judiciário e oficiais do Serviço Nacional de Investigação Criminal em matéria de tráfico humano, também apoiada pelo Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Crime.

O diplomata norte-americano citou o relatório deste ano publicado pelo governo do seu país para elogiar os esforços que Moçambique está a fazer no combate ao tráfico humano.

Ele disse que os Estados Unidos da América estão satisfeitos com o trabalho que se está a fazer para combater o tráfico humano em Moçambique, país onde no primeiro semestre do ano foram instaurados três processos-crime de tráfico de pessoas e dois de tráfico de órgãos humanos.

Hawkins disse que nos últimos 18 anos, o Governo norte-americano concedeu mais de 255 milhões de dólares de assistência externa para apoiar mais de 945 projectos anti-tráfico em todo o mundo, incluindo Moçambique.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.