Maputo será palco, entre os dias 3 e 8 de Novembro próximo, de um festival de dança contemporânea. Denominado Kinani, o festival vai juntar vinte e quatro companhias dos quais nove de jovens emergentes nacionais que já estão a trabalhar na formação de público nas escolas Secundária Josina Machel e Francisco Manyanga.

Vão enquadrar e orientar os trabalhos de oficinas de dança, de iluminação e workshops, profissionais da área da dança e coreógrafos provenientes de companhias profissionais nacionais e estrangeiras. Estão agendados cerca de 32 espectáculos que serão apresentados pelas 20 companhias nacionais e internacionais provenientes de Portugal, Níger, Áustria, Congo, Ilhas Reunião, França, Bélgica, Espanha, Marrocos, África do Sul e Moçambique.

Das companhias internacionais, destaca-se a presença de Silk (Austrália), Nema (Níger), Vera Santos (Portugal), Eric Languet (França, Transit Dansa (Espanha), Kubilai Khan (França). Nacionalmente vão dar corpo ao festival o Projecto Cuvilas, Culturarte, e a Companhia Nacional de Canto e Dança. Refira-se que no âmbito do festival, os jornalistas culturais vão beneficiar de uma formação. O workshop terá lugar no dia 2 de Novembro.




Cristóvão Araújo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.