"Estamos ao lado de Moçambique nesta situação complicada e temos 15 milhões de dólares adicionais para apoiar o país", declarou a embaixadora cessante da Suécia em Moçambique, Marie Andersson, falando após um encontro com a presidente da Assembleia da República, Esperança Bias, em Maputo.

O valor será canalizado através do Banco Mundial e, segundo Marie Andersson, vai beneficiar perto de um milhão de moçambicanos em projetos de "proteção social" face à COVID-19.

Com um total de 254 casos positivos e dois óbitos registados, Moçambique vive em estado de emergência desde 01 de abril até finais de junho, após duas prorrogações.

As autoridades do país contabilizam um total de 92 pessoas recuperadas da doença.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 373 mil mortos e infetou mais de 6,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.