No grupo incluem-se 22 crianças e 106 adultos, que embarcaram na manhã de ontem em três autocarros e um camião de carga rumo ao centro de trânsito em Moamba, distrito que faz fronteira com a África do Sul, disse à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros no local.

O grupo é oriundo de diferentes localidades da África do Sul, entre quais destaca-se Joanesburgo.

O centro de trânsito instalado em Moamba tem capacidade para cerca 200 pessoas e foi montado a poucos metros de uma linha férrea, para facilitar a viagem das pessoas acolhidas para o seu destino final.

As autoridades moçambicanas esperavam mais de 300 pessoas, mas algumas desistiram de regressar ao país de origem.

Segundo dados do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, a violência que eclodiu em 01 de Setembro contra estrangeiros na África do Sul afectou cerca de 500 moçambicanos.

Os últimos dados oficiais das autoridades sul-africanas indicam que 12 pessoas morreram vítimas de xenofobia, incluindo um cidadão estrangeiro, cuja nacionalidade não foi divulgada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.