Armindo Tiago, que se encontra na província de Manica, acrescentou que, desde o dia 22, foram feitos 24 mil rastreios nos principais aeroportos de Moçambique, sem qualquer caso positivo.

“Estamos a usar (para a quarentena) os critérios definidos pela Organização Mundial de Saúde”, disse Tiago, que não especificou as províncias onde as as pessoas se encontram em quarentena. Entretanto, o Boletim Informativo sobre o Covid-19, publicado pelo Ministério de Saúde, indica que até 16 de Fevereiro 158 estavam quarentena em seis províncias.

O ministro da Saúde garantiu que o Governo reforçou a vigilância e abriu centros de isolamento para os casos com sintomatologia moderada ou grave durante a avaliação inicial na entrada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.