Entre quinta-feira e domingo, os agressores terão feito quatro ataques nos distritos de Macomia e Meluco, segundo as mesmas fontes.

O portal Carta de Moçambique acrescenta que o distrito de Ancuabe também foi alvo de violência, enquanto o jornal O País refere antes Quissanga, no extremo oposto.

Pelo menos duas pessoas terão morrido durante os ataques, de acordo com os relatos, segundo os quais a violência estará também a visar viaturas de transporte coletivo que circulam por Cabo Delgado.

Desde outubro de 2017, os ataques de grupos armados não identificados já provocaram, pelo menos, 150 mortos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.