O ex-ministro dos Transportes e Comunicações, António Munguambe, está em liberdade desde o inicio da tarde desta quarta-feira, de acordo com o "O País on-line".

Passavam poucos minutos das 14 horas, quando Munguambe saiu da cadeia civil, onde cumpriu metade da pena de quatro anos a que foi condenado. Ao seu lado, estava o seu advogado, Abdul Gani, e do lado de fora diversos familiares, que o aguardavam.

Munguambe não prestou nenhuma declaração. Apesar de ter estado privado de liberdade, nos últimos dois anos, António Munguambe apresentava um aspecto físico bastante agradável.

O ex-ministro deixou a cadeia de forma condicional, após cumprir metade da pena com "bom comportamento". Contudo, vai observar certas medidas de coacção, como abster-se de cometer crimes, pedir autorização para se ausentar do país e apresentar-se regularmente às autoridades.

Recorde-se que em primeira instância, o juiz Dimas Marroa condenara Munguambe a 20 anos de cadeia, mas após recurso, o Tribunal Supremo reduziu para 4 anos.

De acordo com a página oficial do "O País", o ex-PCA dos Aeroportos, Cambaza, é o único réu que permanece na cadeia no "caso Aeroportos". Cambaza cumpre pena de 7 anos e deverá sair  no final do próximo ano, ou princípios de 2015, se estiver a demonstrar  também "bom comportamento".

SAPO