Segundo a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), a medicina tradicional é o conjunto de práticas costumeiras tradicionais e, sendo esta a realidade, é chegada a altura de dar maior importancia à medicina tradicional. Por outro lado, o Ministério da Saúde juntou-se à medicina tradicional no sentido de trazer à saúde benefícios à população.

Segundo a vice-ministra da Saúde, Nazira Karimo, 70% da população moçambicana visita um curandeiro para questões de saúde. É a pensar nisso que as duas medicinas (convencional e tradicional) se juntam para melhorar as condições de saúde das populações.

Para que serve?

Muzo ya Wethy (Remédio da Lua)

Este remédio foi desenvolvido para crianças recém-nascidas. Feito à base de raízes, o remédio é de fácil preparação. Primeiro ferve-se as raízes durante 10 minutos e depois retira-se do lume. Deixa-se arrefecer e dá-se à criança três vezes ao dia com uma colher de chá.

Remédio da panelinha

Este remédio é ideal para cólicas dos bebés. Preparado à base de folhas secas e fácil de preparar. Coloca-se de molho numa panelinha e dá-se ao bebé duas vezes ao dia ou sempre que tiver sintomas de cólicas.

Pulseira da sorte

Estas pulseiras não só servem para dar sorte como também ajudam a minorar as dores em várias partes do corpo.

Carcaça de tartaruga

Para os curandeiros, esta carcaça representa os nossos antepassados. Ajuda a evocar os espíritos e o seu pó ajuda a tratar doenças de recém-nascidos.

SP

Sapo MZ

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.