Página gerada às 03:49h, segunda-feira 26 de Junho

Cultura

08 de Novembro de 2011, 18:19

Lisboa, 08 nov (Lusa) -- Notícias breves de Cultura:

Cinema: Robert de Niro será Bernard Madoff em filme para o canal HBO

O ator norte-americano Robert De Niro vai interpretar o papel do ex-investidor Bernard Madoff, condenado a 150 anos de prisão por fraude nos Estados Unidos, revelou a publicação Hollywood Reporter.

Robert de Niro irá também assinar a produção deste filme para o canal de televisão norte-americano HBO.

O filme, com argumento de Burnham Schwartz, baseia-se nos livros "The Wizard of Lies: Bernie Madoff and the Death of Trust", de Diana Henrique, e "Truth and Consequences: Inside the Life of the Madoff Family", de Laurie Sandell, escrito em parceria com Andrew Madoff, o filho de Bernard Madoff.

Bernard Madoff foi condenado a 150 anos de prisão acusado de fraude financeira de mais de 65 mil milhões de euros.

Teatro: 200 anos da morte de Kleist assinalados no Teatro Aberto

A passagem do segundo centenário da morte do poeta, dramaturgo e ensaísta alemão Heinrich von Kleist, a 21 de novembro, é assinalada em 82 pontos diferentes do globo com a iniciativa internacional "World Wide Reading Day zu Kleist", em sua honra, com leituras e representações da obra do autor de "Michael Koolhaas".

Portugal associa-se à iniciativa com a promoção de "Uma noite com Kleist", organizada pelo Departamento de Estudos Germanísticos da Faculdade de Letras de Lisboa, que terá lugar no Teatro Aberto, pelas 21:00.

O Teatro ABerto já levou Kleist à cena, nomeadamente a peça "O príncipe de Honburgo".

Cinema: Documentário português "Li Ké Terra" distinguido em festival no Tenerife

O documentário "Li Ké Terra", dos portugueses Filipa Reis, João Miller Guerra e Nuno Baptista, foi distinguido no festival MiradasDoc em Tenerife, Espanha.

O filme recebeu a Menção Especial do Júri da competição Oficial de Longas-Metragens do festival.

"Li Ké Terra", eleito melhor longa-metragem portuguesa do DocLisboa de 2010, foi rodado num bairro social nos subúrbios de Lisboa e acompanha Miguel e Ruben, dois jovens descendentes de imigrantes cabo-verdianos que nasceram em Portugal, mas que não se sentem portugueses.

Música: Novo trabalho de Gonzaga Coutinho lançado no dia 15 em 60 países

O músico moçambicano Gonzaga Coutinho lança no dia 15 de novembro, em 60 países, "Shangri-La Goa", um disco de música tradicional goesa que conta com a participação do tenor Carlos Guilherme.

O álbum, que conta ainda com a participação dos músicos Rão Kyao e Susana Brito, é composto por dez canções cantadas em concanim, dialeto goês.

Museus: Visitantes do Museu do Oriente aumentaram 16 por cento em 2011

O Museu do Oriente recebeu cerca de 60 mil visitantes durante os primeiros nove meses de 2011, o que representa um aumento de 16 por cento nas entradas nas exposições comparando com o período homólogo do ano passado.

De acordo com o museu, o número de participantes nas diversas atividades do serviço educativo registou um crescimento de 12 por cento, o número de participantes nos diversos cursos, conferências e workshops organizados pela entidade mais do que duplicaram.

O centro de documentação também registou um acréscimo de utilizadores durante este período, superior a 20 por cento, segundo os dados do museu.

Entre janeiro e setembro de 2011 o Museu do Oriente recebeu exposições de arte Namban, brinquedos e jogos da Ásia, e diversas mostras de arte contemporânea oriental, nomeadamente macaense e chinesa.

Dança: O espetáculo "Du Don De Soi", de Paulo Ribeiro, pela CNB, no Porto

O espetáculo "Du Don De Soi", de Paulo Ribeiro, vai ser interpretado na sexta-feira e no sábado, às 21:30, pela Companhia Nacional de Bailado (CNB) no Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto.

Esta produção da CNB, que já se estreou em Lisboa, no Teatro Camões, é inspirada no universo cinematográfico de Andrei Tarkovsky, e tem música de Nuno Rebelo, figurinos de José António Tenente e desenho de luz de Nuno Meira.

Paulo Ribeiro aceitou o desafio lançado pela diretora da CNB, Luísa Taveira, e lançou-se à descoberta, em profundidade, da obra de Tarkovsky.

Música: Pedro Jóia e Tito Paris e Miguel Sousa Tavares entram no novo álbum de Paulo Gonzo

O novo álbum do músico Paulo Gonzo, "Só Gestos", a editar no dia 21, conta com as participações de Tito Paris e do guitarrista Pedro Jóia e inclui uma música do escritor Miguel Sousa Tavares.

De acordo com a editora Sony, o novo álbum de originais de Paulo Gonzo será em português e contará com a participação dos músicos Tito Paris, Pedro Jóia, Carlos Lopes, Jair de Pina e José Vasconcelos.

Os primeiros temas já divulgados são "O (Teu) Brinquedo" e "São Gestos".

Miguel Sousa Tavares também participa como compositor no tema "Vem", que encerra o novo álbum.

O último disco de Paulo Gonzo foi o álbum "By Request" (2010).

Teatro: "La Mudanza" com encenação de João Mota estreia-se na sexta-feira

A peça "La Mudanza", da companhia espanhola Perigallo Teatro, com encenação do português João Mota, estreia-se na sexta-feira em Lisboa.

"La Mudanza", da autoria de Célia Nadal e Javier Manzanera, estreia-se no Auditório Carlos Paredes, em Benfica.

A peça ficará em cena na sexta-feira, no sábado e no domingo.

Literatura: Versão espanhola "José Saramago. Um Retrato Apaixonado" apresentada na sexta-feira em Madrid

O livro de Armando Baptista-Bastos "José Saramago. Um Retrato Apaixonado" é apresentado na quinta-feira em Madrid, no âmbito da 9ª edição da Mostra Portuguesa que decorre em várias cidades espanholas.

A apresentação conta com intervenções de César Antonio Molina e Pilar del Rio, que é responsável pelo prólogo da obra, assim como pela tradução para espanhol.

Cinema: "Comando", de Patrício Faísca e Sonat Duyar, exibido quarta-feira no Bragacine 2011

Uma curta-metragem produzida por uma dúzia de jovens algarvios, a maior parte dos quais funcionários no mesmo supermercado, premiada em Arouca e no Shortcutz do Porto, é exibida quarta-feira no Bragacine 2011, no Auditório B1 do Campus de Gualtar da Universidade do Minho, em Braga, e no dia seguinte, no mesmo local, na Cerimónia de Encerramento e Entrega de Prémios do festival.

O filme de guerra, com 10 minutos de duração, foi filmado em dois dias, custou 27 euros e tem vindo a arrecadar prémios pelo país fora ao longo do último ano e meio, incluindo "Melhor Produção Nacional de 2010", na gala anual do Shortcutz Lisboa, onde foi também nomeada para "Melhor Direção de Arte", "Melhor Curta do Mês" no Shortcutz Porto, "Melhor Realização" no Festival de Curtas do Algarve, e ainda, no passado mês de setembro, "Melhor Filme Nacional" no 9.º Festival Internacional de Cinema da Arouca.

"Comando", realizado por Patrício Faísca e Sonat Duyar, foi ainda escolhido para a seleção oficial dos festivais Porto 7, Fest 2011, XI-SéVideo, New York Portuguese Film Festival.

JRS/AG/SS.

Lusa/fim.


Comentários

Critério de publicação de comentários