Página gerada às 21:27h, sabado 18 de Novembro

GUEBUZA DESAFIA JOVENS A UMA MAIOR PARTICIPAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS

13-06-2012 18:56:10


Maputo, 13 Jun (AIM) – O presidente moçambicano, Armando Guebuza, desafiou hoje a juventude a se envolver cada vez mais em tarefas que conduzam o desenvolvimento económico e social do país.

Segundo Guebuza, o desafio da juventude é de garantir que o futuro de Moçambique seja cada vez melhor que o presente, e que o presente seja cada vez melhor que o passado.

Este desafio, de acordo com o Chefe de Estado moçambicano, passa por uma maior participação dos jovens em todas as frentes de acção rumo ao combate a pobreza e, por conseguinte, ao desenvolvimento do país.

Guebuza falava hoje, em Maputo, durante uma reunião que manteve com os jovens, no âmbito da sua visita de quatro dias a cidade de Maputo, inserida na presidência aberta e inclusiva.

O presidente da República realçou a importância do encontro afirmando que falar com a juventude “é uma necessidade”, pois a maior parte da população moçambicana é constituída pela camada juvenil, que não pode estar a margem dos assuntos cadentes do país.

“Neste momento a nossa juventude tem estado a desempenhar um papel muito importante no processo de desenvolvimento de Moçambique”, reconheceu Guebuza.

Nos últimos tempos, tem aparecido vozes reclamando benefícios dos megaprojectos em implementação no país, particularmente no domínio dos recursos minerais e hidrocarbonetos.

Depois de uma breve resenha das várias etapas que caracterizaram estes projectos, Guebuza recordou aos presentes de que alguns destes, como, por exemplo, o carvão de Tete, apenas este ano começou a ser explorado, havendo necessidade de paciência.

Neste contexto, Guebuza instou os jovens a colocarem de lado “a impaciência”, e olhar para o futuro com esperança.

Durante o encontro, os jovens apresentaram ao Chefe de Estado as suas preocupações, bem como algumas propostas de como a juventude pode se envolver nas tarefas de combate a pobreza.

O acesso ao ensino superior e ao emprego e a necessidade de se das mais oportunidades a juventude foram algumas das preocupações apresentadas.

Os jovens enalteceram também os esforços em curso visando o seu enquadramento nas tarefas de construção do país, assegurando a sua disponibilidade de trabalhar em prol do desenvolvimento de Moçambique.

“O futuro do país depende de nós. Nós somos a geração de sucesso”, disse um dos participantes numa alusão ao slogan “geração da viragem”.

Os jovens anotaram que continuam a se inspirar nas gerações “25 de Setembro” e “8 de Março”, que marcaram a história deste país.
(AIM)
DT

(AIM)

Comentários

Critério de publicação de comentários