Página gerada às 06:27h, sexta-feira 21 de Julho

EXAMES EXTRAORDINÁRIOS DA 12ª CLASSE ARRANCAM EM TODO O PAÍS

17-07-2017 16:59:22


Maputo, 17 Jul (AIM) – Os exames da 12ª classe arraçaram na manhã desta segunda-feira em todo o território moçambicano e deverão contar com a participação de cerca de 60 mil candidatos distribuídos em 65 centros existentes em todo o país.

O processo está a decorrer sem sobressaltos, e até ao fim da manhã de hoje não haviam sido detectadas graves anomalias.

João Assalane, do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, em declarações à TVM, a estação pública, confirmou que os exames começaram sem sobressaltos a nível de todos os centros.

O facto foi corroborado pelo director da Escola Secundária Francisco Manyanga, Orlando Dimas.

“O processo está a decorrer dentro da normalidade” disse Dimas, citado pela Rádio Moçambique.

Hoje foram realizados os exames de português e filosofia que, segundo Carlos Manhique, um dos candidatos, estavam acessíveis para quem estava devidamente preparado.

“Os conteúdos não estavam fora daquilo que já vínhamos aprendendo”, disse Manhique.

Na terça-feira os estudantes serão submetidos aos exames de inglês e química.

O director da Escola Secundária Josina Machel em Maputo, Armindo Mutimba, exorta aos estudantes para não se deixarem enganar por alguns indivíduos que, eventualmente, poderão aparecer alegando ter respostas ou guias de correcção dos exames. Advertiu ainda para evitarem entrar nas salas de exame na posse de telemóveis.

Os exames extraordinários foram introduzidos em 2003 para dar oportunidade aos alunos que não conseguiram frequentar as aulas durante o ano lectivo de concluir o ensino médio.

Segundo a decisão do governo, a partir deste ano, deixam de existir os exames extraordinários da 10ª classe, devido a falta de candidatos e baixo rendimento registado nos últimos anos.
(AIM)
EA (Emilia Aliana)/ht/sg

(AIM)

Comentários

Critério de publicação de comentários