Página gerada às 01:50h, sabado 19 de Agosto

CIMEIRA EUA-ÁFRICA SEM AFRICANOS

20-03-2017 17:57:07


California (EUA), 20 Mar (AIM) - Uma cimeira nos Estados Unidos da América (EUA) para discutir desenvolvimento sustentável em África decorreu sem a presença de nenhuma delegação africana porque lhes foram negados vistos de entrada para o país.

Foram negados vistos de entrada nos EUA a cerca de 100 africanos que iriam tomar parte na Cimeira sobre Econoia Global e Desenvolvimento Africano, que acontece todos os anos na Universidade de Southern California, segundo o jornal The Independent.

A cimeira serve para encorajar empreendedores americanos a investirem em África, principalmente no apoio à produção de energia limpa, para combater os efeitos das mudanças climáticas e reduzir a pobreza.

O evento é aberto a empreendedores, corporações e lideres políticos e civis nos EUA. No passado, delegações de toda a África participaram nas cimeiras apresentando projectos que necessitam de apoio técnico ou investimento.

A presidente da cimeira, Mary Flowerss, disse à rádio Voz da América: “geralmente 40 por cento (dos visitantes) são lhes recusados vistos mas outros entram. Este ano as recusas de visto foram de 100 por cento'.

'E foi triste de ver porque estas pessoas ficaram tão desmotivadas. Tenho que dizer que muitos de nós sentem que é um caso de discriminação contra as nações africanas. Passamos sempre por isto e as pessoas que são rejeitadas são legítimos empreendedores que têm ligaçõs com o continente”, lamentou.

Entre os que viram recusados seus pedidos de visto estão oradores e oficiais de governos da África do Sul, Serra Leoa e Guiné Conacry.

Flowers disse que estes a quem lhes foram recusados vistos foram chamados para entrevistas na embaixada dias antes da viagem, apesar de terem requerido com muito tempo de antecedência.
(AIM)
Times/bm/sn


(AIM)

Comentários

Critério de publicação de comentários